Religião

Caminhada evangelística marca o ano da Palavra e os 500 anos da Reforma protestante

Na manhã do último domingo (15), evangélicos e evangélicas da Igreja Assembleia de Deus, fizeram uma Caminhada pelas principais ruas de Mojuí dos Campos, no Oeste do Pará.

A Caminhada saiu da Praça da Prefeitura no Centro da Cidade e encerrou no templo Central da igreja que fica na rua Antônio Walfredo no bairro Cidade Alta I.

O pastor Jeses Dutra, líder do campo local, em entrevista a reportagem do site, destacou que a caminhada é um agradecimento ao Ano da Palavra e os 500 anos da Reforma Protestante.

“Realmente! Hoje estamos comemorando o ano da Palavra e os 500 anos da reforma protestante e a Igreja Assembleia de Deus faz uma caminhada evangelística para agradecer a Deus, comemorou Jeses.

A reforma protestante que neste ano completa 500 anos, tem o dia 31 de outubro como sua data de comemoração.

A caminhada Evangelística foi parte da programação do 47º Congresso do Círculo de Oração Lírio dos Vales que iniciou dia 14 (Sábado) e encerrou dia 16 (segunda-feira) e teve como tema “Igreja avivada para o arrebatamento”.

Jeses fez um elogio a participação das mulheres na caminhada da Igreja:” a força das mulheres, mulheres que oram, mulheres que fazem a obra de Deus”,

Para Gesa da Silva um dos líderes da Igreja e vereador mojuiense, aproximadamente 1000 pessoas participaram da Caminhada.

“Todo ano, nessa data se comemora o aniversário do Círculo de Oração e nessa caminhada tivemos mais de 1000 pessoas nas ruas”, informou.

Gesa defendeu a organização de eventos como este para dar espaço para a sociedade e impedir a criminalidade.

“Era bom que toda igreja fizesse um evento como este, para que a juventude deixasse o caminho da violência, da criminalidade e cultuasse mais a Deus”, lembrou Gesa

Eduardo Enrique

Repórter, Comunicador Popular e Jornalista Cidadão

http://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.