MOJUÍ DOS CAMPOS POLÍTICA

Mojuí dos Campos: nomes já dispontam como pré-candidatos a prefeito. A eleição é daqui a um ano e nove meses.

Passadas as eleições gerais e posse dos eleitos (Presidente e Governadores e seus vices) a atenção nos municípios se voltam para as eleições municipais previstas para acontecerem daqui a 01 ano e 09 meses.

Líderes partidários já começam a colocar em prática suas estratégias em busca da formação de alianças que possam levá-los a vitória.

Em Mojuí dos Campos, no Oeste do Pará, as articulações já começaram bem antes e muitos interessados em governar o município já se adiantam e se apresentam como possíveis candidatos.

Nos últimos meses a produção do Portal Mojuí na Íntegra, esteve nos bastidores e conseguiu apurar que pelo menos 08 nomes já se propõe a disputar como cabeça de chapa a Prefeitura de Mojuí dos Campos em 2020, sendo que 04 são vereadores.

Abaixo os pré – candidatos (em ordem alfabética) que trabalham para serem indicados por seus partidos para a disputa e tem o nome citados nas rodas de conversas.

EUDES

Eudes Frota, espera indicação de seu partido (MDB). Reprodução: Whatsapp

Eudes Frota, atualmente filiado ao MDB, teve seu nome citado a produção como possível nome a ir as prévias do Partido em busca de apoio a eleções municipais de 2020. Eudes Frota é empresário do ramo de fármacia e eletrodomésticos.

Eudes ganhou destaque quando fez parte da Comissão de Emancipação de Mojuí dos Campos, como tesoureiro e como articulista junto a políticos pela celeridade do processo. O empresário é grande colaborador de eventos esportivos e de solidariedade com doações de premiações a bingos e rifas.

Nas eleições gerais de 2018, mostrou sua afeição pelo então candidato de ultra-direita Jair Bolsonaro – PSL, que foi eleito presidente do Brasil.

Nas duas eleições municipais, Eudes Frota, já ensaiou sair candidato a prefeito, inclusive sendo lançado por seu partido, mas desistindo momentos horas depois. Na última eleição a prefeito, de forma discreta apoiou o atual prefeito (Jailson Alves) deixando de apoiar o candidato da coligação que seu partido fazia parte.

EMERSON

Emerson Silveira mesmo sem partido articula candidatura a Prefeitura. Foto: Aruivo pessoal

Emerson Silveira, atualmente sem partido, usa as redes sociais para se tornar conhecido da população mojuiense. Apesar de nascido na comunidade Vista Alegre do Moju, zona rural de Mojuí dos Campos, teve sua carreira política e profissional no Estado do Amapá, nas cidades de Santana, Pedra Branca do Amapari e na capital Macapá.

No segundo semestre de 2017, de retorno a sua terra natal, se engajou no movimento pela criação o Estado do Tapajós, sendo idealizador de uma entidade que se soma a causa, conhecida por Unitapajós.

Em Mojuí dos Campos, tem sido crítico a administração municipal e ao posicinamento dos vereadores e chegou até a organizar um movimento para chamar a atenção do Governo na demora dos trabalhos de reforma do Hospital Municipal.

Emerson Silveira, é gestor público eTesoureiro da Cooperativa de Transportes e Veículos Leves e Pesados do Tapajós – COOPERTAPAJÓS. Na última eleição, Emerson Silveira ficou ao lado da candidatura progressista de Fernando Haddad – PT a presidência da República, Hélder Barbalho -MDB, ao Governo do Estado e do deputado eleito Júnior Hage – PDT, que obteve expressiva votação no município.

Quando chegou em Mojuí dos Campos, Emerson começou o partido Rede Sustentabilidade de Marina Silva.

EVERALDO CAMILO

O vereador Everaldo Camilo – MDB conta com apoio do Governador recém empossado para encampar na disputa.

Everaldo Camilo, da comunidade de Boa Fé, servidor público federal da Polícia Rodoviária, atualmente filiado ao MDB, partido que foi eleito para seu segundo mandato de vereador (8º mais votado).

Everaldo se destaca por suas proposições junto ao Legislativo e ao Executivo, que sempre buscam o melhor do município. No primeiro período (2013/2014) da primeira legislatura, Everaldo Camilo fez parte da Mesa Diretora como Vice-Presidente, já no segundo período (2015/2016)deixou a base do governo e se juntou a oposição, saindo meses depois do Democratas e filiando-se ao MDB.

Nas eleições gerais, prestou grande serviço na região ao Governador eleito Hélder Barbalho, de seu partido e também não escondeu certa afeição pela candidatura progressista de Fernando Haddad – PT, a presidência da República.

Com a vitória de Hélder, Everaldo Camilo deve se consolidar como intermediário entre o Governo do Esatdo e o prefeito Jailson Alves -PSDB.

Nas eleições municipais de 2016, buscou uma candidatura independente da coligação (PTN/MDB/PT), não participando dos atos de campanhas do então candidato a prefeito.

 

IZAILTON

o Vereador Izailton de Souza – PSDB, articula como candidato do partido e deve receber apoio do deputado federal Júnior Ferrari.

Izailton de Souza, atualmente filiado ao PSDB, está no segundo mandato de vereador, (3º mais votado). Izailton começou sua carreira política em Mojuí dos Campos no PSDC, (atual DC).

O vereador tem se destacado por suas atuaçãoes, principalmente em favor de comunidades rurais. Foi esse vereador que pediu que fossem desconatdo de seu subsídio, valores correspondentes a sua falta.

Na primeira legislatura, foi 2º Secretário da Mesa Diretora no primeiro período (2013/2014) e presidente no segundo período (2015/2016). Nas eleições gerais de 2018, destacou seu apoio ao candidato de ultra-direita Jair Bolsonaro -PSL para presidente, Márcio Miranda – DEM, para Governador e Júnior Ferrari -PSD para Deputado Federal e Cilene Couto para Deputada Estadual.

Nas duas eleições municipais, Izailton de Souza esteve ao lado do atual prefeito Jailson Alves -PSDB.

 

JAMILSON

O vereador Jamilson, deve sair do partido e já se articula para se lançar a prefeito.

Jamilson Dias Frota, engenheiro civil e empresário e atualmente filiado ao PODEMOS e está em seu primeiro mandato de vereador, sendo o mais votado com 1204 votos.

Jamilson foi eleito pela coligação (PTN/MDB/PT) de oposição ao atual prefeito, mas nos dois primeiros anos de seu mandato tem se mantido indefinido com relação ao governo municipal. Neste segundo período da legislatura, vai compor a Mesa Diretora como Vice-Presdiente.

Um de seus trabalhos destacados, foi a aprovação do Projeto de Lei que instituiu o Prêmio Aluno Nota 10, que já teve sua primeira edição no final do ano passado.

Na eleições gerais de 2018, declarou apoio ao candidato de ultra-direita Jair Bolsonaro -PSL e não foi visto em campanha para o presidente de seu partido Francisco Chapadinha, que concorreu e perdeu.

 

JUVENAL

O atual Vice-Prefeito e Secretário Municipal de Educação, Juvenal, trabalha para ser o candidato da vez.

Juvenal Arruda, servidor público federal dos Correios, atualmente filiado ao DEMOCRATAS e está em seu segundo mandato de Vice-Prefeito e a frente da Secretaria Municipal de Educação -SEMED.

Juvenal teve seu nome ventilado a prefeito desde a primeira eleição no município, quando abriu mão para ser vice na chapa, encabeçada pelo então vereador Jailson Alves.

Tem sua atuação na Secretaria Municipal de Educação, as vezes criticadas por falta de pulso para coordenar e atender as comunidades, o que o torna mais atuante visitando as escolas e cobrando de sua equipe.

Quando esteve prefeito, Juvenal sancionou a Lei que criou o Prêmio Aluno Nota 10 de autoria do vereador Jamilson. Tem seu nome destacado pelo exemplar serviço que prestava como funcionário dos Correios.

Nas eleiçoes gerais de 2018, usou as redes sociais para destacar seu apoio ao ultra-direita Jair Bolsonaro -PSL, eleito presidente da República e no Estado apoiou Márcio Miranda, candidato derrotado de seu partido.

As informações de bastidores, apontam que Juvenal deve ser substituído por seu filho Wallace na corrida a Prefeitura.

MARCO ANTONIO

Sem muito espaço no partido, Marco Antonio é namorado por outras legendas para ser candidato a Prefeito.

Marco Antonio é advogado, corretor, empresário e atualmente filiado ao PSDB e está em seu mandato de vereador (2º mais votado).

Marco sempre diz ser um soldado do partido e tem sido indicado como sucessor do atual prefeito desde o primeiro mandato. Na primeira eleição foi o mais votado, se tornando segundo secretário da Mesa Diretora da Casa no segundo período (2015/2016) daquela legislatura. No primeiro período da atual legislatura, esteve a frente da Mesa como presidente.

Foi no seu mandato, que o plenário da Câmara, recebeu um crucifixo, símbolo cristão católico, fixado no alto, por traz da Mesa Diretora. A doação foi feita por sua mãe, a ex-vereadora santarena Elizabeth Machado Lima.

Nas eleições gerais, Marco Antonio, defendeu a candidatura ultradireitista de Jair Bolzonaro – PSL e de Francisco Chapadinha para deputado Federal

LALÁ

Sem experiência de disputa eleitoral, o jovem Lalá, trava com o pai a indicação de seu grupo político.

Wallace Pessoa (Lalá), advogado e servidor público municipal em Santarém e atualmente sem partido.

O jovem advogado, já atuou como Procurador Jurídico da Câmara Municipal de Mojuí dos Campos no início de 2017.

Nas eleições gerais de 2018, foi defensor ferrenho do ultradireitista Jair Bolsonaro, eleito presidente e de José Maria Tapajós a deputado estadual que recebeu expressiva votação neste município.

Wallace se diz preparado para comandar o município.

 

Izailton, Everaldo Camilo, Juvenal e Wallace devem buscar apoio do atual prefeito para fortalecer suas pré-campanhas. Já os demais, esperam fortalecer sua bases para entrar na disputa. Everaldo Camilo é o único que deve ter apoio do Governador Hélder Barbalho, por serem do mesmo partido.

Outros nomes podem aparecer e a matéria vai se atualizando a medida que novas informações forem sendo necessárias.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

 

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
http://www.mojuinaintegra.com.br