MOJUÍ DOS CAMPOS POLÍTICA

Mojuí dos Campos: Teté e Jamilson acirram embate entre situação e oposição nos últimos dias. Entenda

Vereador Teté do PSDB e Jamilosn do PODEMOS em embate nos últimos meses.

Após denúncias nas redes sociais e em grupos de aplicativos de mensagem, o vereador Jamilson Frota – PODEMOS virou alvo de questionamentos pelo vereador Antonio Welliton, O Teté do PSDB sobre o recebimento de subsídios referente as sessões em que o vereador não esteve presente. O emblemático caso tem ilustrado nos últimos meses a política de Mojuí dos Campos, município com 06 anos de instalação na região Oeste do Pará.

Na última sexta-feira (03) mais um capítulo foi escrito quando um texto assinado pelo  jornalista Raik Pereira da Rádio Rural de Santarém, circulou, em grupos de whatsapp do município. O texto era referente a entrevista do vereador Teté, veiculada em seu programa jornalístico na emissora AM. De acordo com a matéria o vereador da base do governo municipal questiona o vereador Jamilson que se identifica como oposição, sobre quando vai devoler os valores equivalentes as 15 sessões que já faltou durante os 02 anos e 04 meses de mandato.

A matéria informa que, Jamilson Fota faltou em pelo menos 15 sessões no parlamento mojuiense, considerando que há uma sessão pr semana, as faltas somadas, dariam quase 04 meses sem que o vereador ir a Câmara , considerando que no município há uma por sessão por semana. A matéria destaca, que entrou em contao com o vereador, mas o mesmo não quis gravar entrevista e se manifestou por meio de mensagem whatsapp afirmando que todas as suas faltas foram justificadas, seguindo o regimento da Câmara Municipal.

Na entrevista Teté cobra verdade e honestidade de Jamislon, pois é o vereador que tem mais ausencias e ainda por cima recebe seu subsídio integralmente.

Segundo a matéria, o presidente da Câmara, Arnaldo Galvão, também foi procurado, mas como estava em Belém, respondeu que ao retornar ao município receberá a reportagem. A matéria encerrou afirmando que o Ministério Público está analisando o caso.

De posse da matéria, a reportagem do Portal Mojuí na Íntegra buscou contato com o vereador Jamilson Frota, conseguindo na tarde deste sábado (04) uma entrevista. O vereador se manifestou sobre os questionamentos de seu colega de parlamento.

Perguntado pela reportagem do Portal, sobre o questionamento do colega vereador sobre a não devolução de subsídio recebido sem ter particpado nas sessões o vereador Jamilson deu a seguinte declaração: “Pra iniciar eu gostaria de dizer que essa não é uma alegação da Câmara, essa é a alegação do vereador Teté, que todos (nós) sabemos aqui vereador pau mandado do prefeito, não tem do que me acusar e expos uma matéria relatando minhas ausencias na Camara de Vereadores.

O vereador afirmou está tranquilo, pois está amparado pela resolução que regulamenta o repasse de subsídios aos vereadores, a qual desconsidera falta, aquela justificada a Mesa Diretora e referendada por esta, e todas as justificativas foram aprovadas.

O vereador comentou que os questionamentos do vereador Teté só vieram agora, devido suas cobranças sobre irregularidades da administração municipal em contratos de alugel de veículos e de casa para funcionamento da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito, SMMT.

Jamilson durante a entrevista, questionou o vereador adversário por não atuar, segundo ele, em defesa da população e simplesmente defender as ações do Executivo. “O vereador Teté, ao invés de estar se preocupando comigo, poderia estar fiscalizando as obras paradas, como a Academia da Saúde, o contrato de caminhões, caçambas e outros veículos que eram para estar prestando serviço no municipio e não estão, então tem tanta coisa pra fiscalizar e ele parece que não vê”, comentou Jamilson.

O vereador afirmou que se for questionado em Plenário nas proximas sessões, vai pedir as informações ao Setor Financeiro da Casa para dar as respostas necessárias.

E para fechar o vereador Jamilson chamou a atenção do colega vereador para as prestações de contas de qando, o parlamentar foi presidente do Legsilativo mojuiense, que segundo o parlamentar até o momento não foram finalizadas e que já trouxeram problemas ao Poder Legislativo como a suspensão do CNPJ. “Eu gostaria de dizer ao nobre vereador Teté, que ele se preocupe com as prestações de contas dele, quando ele foi presidente da Câmara, que ele ainda não conseguiu finalizar, é com isso que ele tem que se preocupar… Que inclusive por mal gestão, das gestões passadas, a Câmara Municipal de Mojuí dos Campos teve seu CNPJ bloqueado, finalizou o vereador.

Por ser final de semana, não encontramos o vereador Teté para comentar as declarações do vereador Jamilson. No decoRrer da semana vindoura buscaremos ouví-lo para comentar sobre as citações aqui dirigidas a ele.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
http://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.