POLÍTICA

Com apoio do STTR, moradores de 07 comunidades do Assentamento PA Moju pedem apoio de Vereadores de Mojuí dos Campos para desmembramento do município de Placas.

Foto: Arnaldo Santos. Lideranças comunitárias e sindicais na Câmara de Vereadores de Mojuí dos Campos

Pelo menos 07 comunidades do Assentamento PA Moju I e II do município de Placas ao sul do município de Mojuí dos Campos, desde 2010 tem se manifestado favoráveis ao desmembramento daquele município.

Na última quarta-feira (02), lideranças das comunidades Santa Fé do Cachoeirinha, Igarapé do Fortaleza, Sombra Santa, Aracuzinho, Santa Rita de Cássia, Oliveira Sena e Sete Voltas estiveram na Câmara de Vereadores de Mojuí dos Campos com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares – STTR/MC para apresentar suas manifestações e pedir apoio dos parlamentares mojuiense a sua luta.

Através do STTR as lideranças tiveram direito a Tribuna Livre durante a sessão para expor suas reinvindicações.

Valdir Oliveira Presidente do STTR comentou que a luta dessas comunidades vem desde 2010, quando os comunitários pediram para fazer parte do recém-fundado Sindicato do novo município. “As delegacias dessas comunidades pertencem ao nosso sindicato e tudo que precisam resolver ou vem a Mojuí dos Campos ou a Santarém”

O Líder comunitário daquela região Erney Cardoso que usou a tribuna relatou as dificuldades enfrentadas pelos moradores para irem a sede do município a qual atualmente pertencem. De acordo com Erney é mais fácil vir para Mojuí do que ir para Placas. “Temos que percorrer 40 quilômetros até a BR 163 (Santarém- Cuiabá) e de á mais 90 quilômetros até Rurópolis e de Rurópolis a Placas mais 75 quilômetros em transportes alternativos, pois não existem linhas de ônibus das comunidades para a sede do município e as vezes chegamos lá e não resolvem o nosso problema” informou o comunitário

A presidente da Associação da Comunidade Igarapé do Fortaleza Terezinha Oliveira da Silva fez seu desabafo com o abandono que vive a região. De acordo com ela o motivo de pedir o desmembramento é justamente pelo descaso do município atual com a região. “Na próxima eleição para prefeito a urna, vai chegar e voltar, não vamos votar por que não adianta, pois não temos escola, não temos estradas, estamos abandonados”.

Os vereadores foram favoráveis a situação dos moradores e através do presidente do legislativo dispôs o assessor jurídico para acompanhamento do caso.

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.