POLÍTICA

Com dedicação de funcionários, “artistas anônimos”, escola faz maior festa junina do planalto em participação de público

Grande público lota espaço da Escola na noite da festa junina. Foto: Wendell Vasconcelos

O dia chegou! E a expectativa  para o grande evento era visível em todos pelos corredores da belíssima Escola Municipal Santa Cruz. Alunos, professores, funcionários em geral e muitos pais chegando para os últimos ajustes, afinal a festa junina da Escola envolve toda a comunidade Diamantino. Como era grande a responsabilidade. Esse ano a escola resolveu homenagear Santarém, pela passagem dos 358 anos. Tarefa difícil, mas não tanto para um grupo que gosta de topar desafios, que deixa de lado os pormenores, arregaça as mangas e coloca as mãos na massa.

Professoras com mão na massa abrindo palhas para as barracas. Foto: Wendell Vasconcelos.

E são mãos na massa mesmo, seja para construir as barracas, seja para ornamentar o espaço, seja para preparar as iguarias ou ainda para dar aquele toque especial nas danças e nas roupas dos dançarinos.

E cada um vai colocando as mãos na massa para ver o evento da escola se realizando. E o exemplo começa pelo diretor Wendell Vasconcelos, artista dedicado que pensa em todos os detalhes delicadamente. Desde a escolha do local, da organização das mesas e outras estruturas. E segue com as Professoras Irineuza Azevedo, Josiane Rocha e Suely Amaral que pensaram em cada detalhe das vestimentas, em cada enfeite, indo dormir até tarde para deixar tudo perfefeito. E por falar em danças, não dar de deixar passar despercebido a atuação do Secretário Wilson Aleixo, diria aqui um dos melhores coreógrafos de nossa região, um talento na arte da dança que a escola não desperdiça, pois faz as danças arrancarem aplausos do público com suas inovações.

E são esses artistas anônimos que fazem a escola dispõe se destacar na região. E aqui destaque para o vigia Cleusson Azevedo, funcionário que se dedicou na organização do novo espaço, para deixá-lo acolhedor e amplo. Com seu toque de engenharia montou a estrutura para fixação das bandeiras em um espaço aberto.

Preparativos do espaço de apresentação das danças. Foto: Wendell Vasconcelos

Mas festa junina não é só dança, é comilança também. E tudo tem que estar gostoso para segurar o público pela boca e é aí que entra o toque especial das professoras e chefs anônimos Elci Lima, Daniele Maia, Clea Matos, Cristina Cavalcante, Jainara, Mara Golveia, Patrícia Rodrigues, Irineuza Azevedo, Neila, Cláudia Azevedo e Suely Amaral que prepararam e ainda serviram as melhores iguarias de uma festa junina.

Então tudo pronto. Mas e a festa? Ah! A festa foi legal. Por que como mencionei no início, nossa escola é formada por professores e artistas anonimos. Artistas mesmos, profissionais eu diria que atuam com muito amor como voluntários. E quem foi pode ver professora Suely Amaral e Augusto Repolho dando um show de apresentação. Se transfromaram em Zé Rodela e Beiradinha e animaram a noite, se esgoelaram, sorriram e fizeram o público sorrir.

As crianças puderam se divertir pescando, não era de verdade mas se divertiram, tudo pela dedicação do Auxiliar Administrativo Expedito Júnior na Barraca da Pescaria. Por falar em barracas, algumas tiveram um toque do Pofessor Eduardo Enrique com seus tecidos de palhas. E olha esse Eduardo Enrique tem a arte de contar os acontecimentos e foi o editor deste texto para a melhor festa junina do planalto santareno.

Barraca cercada de palha. Foto: Eduardo Enrique

 

Nota da Escola:

Danças vencedoras

Categoria carimbó: Festa de Carimbó

Categoria Quadrilha: Popozudas na Roça

A Festa Junina da Escola Santa Cruz, denominada este ano de “Égua! Ulha Já!? Santa Cruz no Arraiá”, homenageou Santarém e foi realizada no dia do Aniversário da Cidade em 22 de junho.

Por Euardo Enrique – Professor e Editor do Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.