MUNICÍPIOS

Curuá: Vice-prefeito diz não ter participação em episódio que envolve rádio comunitária

A declaração de Xuxa do PT saiu após publicações em redes sociais ligando seu nome à ameaças de denúncias da rádio local.

Um episódio publicado em redes sociais ganhou destaque na pequena cidade de Curuá no Oeste do Pará nesta quinta-feira (07). De acordo com o que foi publicado no perfil da comunicadora Valéria Florenzano, a sua desistência da programação da rádio comunitária estava ligada à ameaças de denúncias do funcionamento da emissora. Sem mencionar nomes ou órgãos da administração municipal , a comunicadora disse que ficaria muito triste em ver a rádio ser denunciada por um comentário seu. Valéria Florenzano, tinha um programa diário na emissora. Em sua rede social a comunicadora recebeu muitas palavras de solidariedades de ouvintes que a ouviam.

Publicação da servidora pública Valéria Florenzano sobre sua saída da rádio. Reprodução: Redes sociais.

A repercussão maior da postagem da comunicadora se deu por meio de dois blogs de Santarém: Blog do Nelson Vinnenci e Blog do Edney Ferreira, que chegaram a mencionar que as ameaças àcomunicadora, partiram do governo de Curuá, que tem como prefeito e vice-prefeito, Zé da Marta e Xuxa do PT, respectivamente.

Repercussão das postagens da comunicadora de Curuá sobre sua saída da rádio. Reprodução: Redes sociais.

A partir das publicações a reportagem deste Portal entrou em contato com o vice-prefeito de Curuá para ouví-lo com relação às publicações. De acordo com Xuxa, em nenhum momento a comunicadora apontou quem a tinha ameaçado e que sua postagem, de forma generalizada, acabou recaindo sobre toda a administração municipal. Segundo o político ela deveria ser mais específica em suas colocações pois acaba atingindo a todos. Xuxa do PT, ressaltou sua militância no processo de organização da associação da rádio, no processo de legalização e na obtenção dos equipamentos. O vice-prefeito garantiu que é um dos sócios fundadores e que sua luta pela democratização da comunicação e liberdade é desde antes de ser vereador. “Não compactuo com atitudes que venham ameaçar a liberdade de expressão e de imprensa, sou um dos sócios fundadores da rádio. Tenho uma filha jornalista e não vou aceitar nenhuma conduta que venha calar a imprensa, que venha calar os formadores de opinião. Sabemos a importância da rádio em nosso município, lutei por isso, então pra mim, temos que zelar por nosso meio de comunicação”, esclareceu Xuxa. “Eu penso que a comunicadora deveria ser específica e os meios que replicaram a postagem também, pra não ficar dando essa conotação de outras pessoas envolvidas”, lamentou o vice-prefeito.

Em contato com um integrante da rádio comunitária, nosso Portal recebeu a informação de que o comentário da comunicadora, em seu programa, foi com relação às barreiras sanitárias no município. Segundo o informante, a população liga pra rádio e cobra mais rigidez das equipes de fiscalização, principalmente com relação aos vendedores que passam pelo município. “A comunicadora pediu mais eficácia nas barreiras, por que os ouvintes ficam ligando e reivindicando a fiscalização sobre os vendedores que chegam em Curuá, mas passam de cidade em cidade”, disse.

A informação obtida dá como certa de que a ameaça de denúncia da rádio, partiu da Secretária Municipal de Saúde, cujo nome não foi revelado. Nossa reportagem não conseguiu contato com a Secretária e nem com a comunicadora para comentarem os fatos.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.