MOJUÍ DOS CAMPOS POLÍTICA

Em Mojuí dos Campos, PL do aumento dos subsídios do prefeito, vice e secretários é vetado integralmente

Foi o último ato do prefeito que passou 08 anos no comando da Prefeitura, sempre tendo cuidado com as contas públicas.

Da Redação

O projeto de Lei (PL) que previa o aumento dos subsídios do prefeito, vice e secretários para a partir de 2021 foi vetado integralmente nesta quinta-feira (31), no último dia de Jailson Alves a frente da Prefeitura de Mojuí dos Campos, no oeste do Pará. O projeto foi aprovado pelo plenário da Câmara no início do mês por apenas um voto de diferença.

Prefeito e vice não vão ser agraciados com pelo aumento dos subsídios aprovado na Câmara, mas vetado pelo prefeito que deixa o cargo nesta quinta-feira (31).

Na justificativa enviada à Câmara Municipal, o Prefeito destacou a crise gerada pela pandemia do novo coronavírus e ainda o fato do projeto ferir a Lei Complementar federal N° 101/2020, inciso IV.

Com o veto, o prefeito congelou os subsídios dos agentes políticos por 04 anos que poderiam impactar negativamente as contas públicas do município.

Assim ficariam os novos valores

O subsídio do prefeito seria acrescido em 27.5%, indo dos atuais R$12.545,00 (doze mil, quinhentos e quarenta e cinco reais) para R$ 16.000,00 (dezesseis mil reais);

O subsídio do vice-prefeito teria o acréscimo de 36,76%, indo dos atuais R$ 8.775,00 (oito mil, setecentos e setenta e cinco reais) para R$ 12.000 (doze mil reais); e

E o dos secretários ganharia aumento de 34,6%, indo dos atuais R$ 5.200,00 (cinco mil e duzentos reais) para R$ 7.000,00 (sete mil reais).

Na votação, foram favoráveis ao aumento, Beto Farinha, Everaldo Camilo, Jamilson, Marco Antônio e Suely Araújo. Contra votaram, Arnaldo Galvão, Izailton, Jesa e Teté.

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.