EDUCAÇÃO MOJUÍ DOS CAMPOS

Mojuí dos Campos: 13 escolas são extintas na zona rural do município

Um decreto do Executivo Municipal extinguiu 13 escolas da rede pública de Mojuí dos Campos no Oeste do Pará. As escolas ficavam na zona rural do município.

Imagem ilustrativa de uma escola no planalto mojuiense. Redes sociais

O decreto, de n° 512, que extinguiu as escolas foi publicado no dia 10 deste mês.

De acordo com as considerações do decreto, 10 das 13 escolas extintas há pelo menos 05 anos não geravam quórum estudantil suficiente para a abertura de turmas. O pouco número de crianças em idade escolar dessas comunidades, tem acesso ao transporte escolar e vão para escolas de comunidades próximas. Outra consideração, que valeu para três escolas, foi a falta de estrutura predial para funcionamento de um estabelecimento de ensino, que é o caso das escolas Santa Ana na Comunidade Palhal do Chaves; Nossa Senhora Aparecida na Comunidade Chaves e Paraíso da Floresta na Comunidade Mojuí dos Baianos.

Cópia do decreto que extinguiu as 13 escolas da rede municipal. Reprodução do Site da Prefeitura

Além destas escolas foram extintas: Escola Pe. Antônio Vieira – Comunidade Igarapé Seco; Escola Santo Antônio – Comunidade Jabuti; Escola Maria Gorete – Comunidade Água Branca; Escola Nova União – Comunidade Nova União Porto Alegre; Escola Santa Marta – Comunidade Palhal; Escola Santa Luzia – Comunidade Pau Rosa – Beira Rio; Escola Santa Terezinha – Comunidade Brilhosa; Escola Nova Jerusalém – Comunidade KM 140/BR 163; Escola Nossa Senhora de Fátima – Comunidade Baixa do Cipó e Escola São José do Aru – Comunidade Cachoeira do Aru.

O decreto atendeu ofício da Secretaria Municipal de Educação – Semed, de acordo com parecer jurídico da Procuradoria Geral do Município – PGM.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.