EDUCAÇÃO EVENTOS MOJUÍ DOS CAMPOS

Mojuí dos Campos: desfile de escolas da zona urbana encerra programação da Semana da Pátria no município

O desfile cívico de 07 de setembro, no fim da tarde e início da noite do último sábado, encerrou a programação da Semana da Pátria em Mojuí dos Campos no Oeste do Pará.

Ao todo, 06 escolas municipais, 01 escola particular, a única escola estadual e 02 projetos sociais desfilaram na rua Estrada de Rodagem. A concentração do desfile se deu em frente ao Campo Nogueirão e a dispersão as proximidades da Prefeitura, onde havia uma palanque com as autoridades do município: prefeito, vice, secretários e vereadores.

Com meia hora de atraso, do horário programado, as escolas aproveitaram o por do sol para colocarem seus estudantes na avenida.

O ato cívico desta tarde e noite serviu para as escolas apresentarem à sociedade, os projetos trabalhados nas mesmas no decorrer do ano e chamar a atenção da população e das autoridades para o cuidado com o meio ambiente, para a inclusão social das crianças com deficiências, para o cuidado com a pessoa idosa, para a valorização dos profissionais dos mais diversos ramos, para os projetos de incentivo a cultura e o esporte para crianças e ainda o cuidado com a saúde.

A inclusão social foi apresentada logo na primeira escola a se apresentar. Escola Municipal Arthur Calazans do bairro Alto Alegre,  junto com suas anexas mostraram que é preciso dar mais atenção para inserir na sociedade e no espaço escolar a criança com deficiência.

A Escola Municipal Maria do Carmo do Centro da cidade, destacou as mais diversas profissões, mostrando suas importâncias para a sociedade e a necessidade de suas valorizações.

Cuidado com o meio ambiente, com as florestas foram destacados pela Escola Municipal Francisco Chagas Lima do bairro Cidade Alta 02. A Escola reforçou a campanha da Secretaria Municipal de Meio Ambiente sobre as queimadas. Alunos trouxeram frases de alertas sobre queimadas urbanas.

A Escola Júlio Walfredo da Ponte destacou a cultura afro-brasileira, elencando o protagonismo feminino no processo histórico de construção social. A Escola que completa 50 anos este ano, prestou homenagem aos educadores que passaram no decorrer deste ano pela instituição.

Da Cidade Alta 02, a Escola Municipal Raimunda Queiroz de Souza, abordou o tema principal do desfile deste ano, dando destaque a leitura como meio de resgatar os valores humanos. Em tempos de inversão de papéis, é possível construir uma sociedade justa e fraterna.

A Escola Estadual Fernando Guilhon trouxe para o desfile temas variados destacando o cuidado com o meio ambiente, a valorização das profissões, a importância da educação física e a expectativa dos finalistas para ingressar no ensino superior. O desfile da Escola foi puxado pela banda de fanfarra do Distrito de Pacoval do município de Prainha. A fanfarra é regida por Marciano Junio aqui da cidade de Mojuí dos Campos.

Mas o desfile não foi só das escolas. O público presente acompanhou a participação da terceira idade atendida pelo Centro de Convivência do Idoso – CCI, a participação do Projeto Social Criança Feliz que estimula a prática do futebol por crianças e adolescentes. E a participação do grupo de zumba, uma iniciativa que estimula a saída do sedentarismo e é voltado para as mulheres. A iniciativa a cada dia ganha novas adeptas na cidade.

A programação finalizou com o desfile dos veículos dos órgãos de segurança do município, tendo como destaque a Polícia Militar, Agentes da SMMT e Agentes da SEMMA.

A Secretaria Municipal de Educação foi responsável pela organização do desfile cívico de 07 de setembro. Para o Secretário e Vice-Prefeito, Juvenal Arruda, o momento consagrou o trabalho dos estudantes, dos professores e gestores das escolas que se empenharam para que tudo saísse com bastante brilhantismo.

“Graças a Deus tudo saiu como programamos”, resumiu Juvenal

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.