EDUCAÇÃO EVENTOS MOJUÍ DOS CAMPOS

Mojuí dos Campos: Esforço, dedicação e brilhantismo marcam desfile cívico de escola de Vista Alegre do Moju

“Deitado eternamente em berço esplêndido, ao som do mar e a luz do céu profundo”. Este é o Brasil, ou os brasis no Brasil.

Nas mais longíquas regiões, seja na densa floresta ou as márgens de um grande ou um pequeno rio, um povo pára. Pára para prestar sua homenagem ao gigante pela própria natureza. Pàra para dizer: “Aqui é Brasil e eu sou Brasileiro”.

Foi com esse sentimento que estudantes, professores e comunitários de Vista Alegre do Moju proporcionaram um grandioso desfile da semana da Pátria. O dia escolhido, ou melhor, a noite escolhida, foi 06 de setembro de 2019. A Comunidade fica em um lugar fantástico da zona rural de Mojuí dos Campos. Fica bem no encontro dos rios Moju e Mojuí e recebe toda a atenção por ter um magnífico nascer e por-do-sol.

O dia do desfile é mais um momento de celebração, de consagração, pois foram dias dedicados, desde o ensaio ao detalhe no uniforme da fanfarra, na escolha dos subtemas, na organização dos pelotões, nas divisões das tarefas. Então, nada pode dar errado.

Os moradores se preparam, querem mais uma vez aplaudir, se emocionar, registrar e sentir-se parte desse momento. O idoso lembra como era no seu tempo.

É chegada a hora. O momento escolhido foi o fim da tarde, quando o sol começa a desaparecer e a poeira já não é mais problema. O local da partida, frente da igreja de São Pedro, o santo das chaves das comportas do céu (torcer pra que ele não mande chuva durante o desfile, antes seria bom para sentar a poeira). A preocupação das professoras em organizar os pelotões, acelerar as portas-bandeiras, relembrar o garotinho da faixa e o regente da banda dar aquela última conferida nas luvas, nos pratos, tambores e taróis (uma película furada pode deixar um integrante de fora).

A organização avança. Desfile no interior tem time de futebol, clube de mães, associação, sindicato e a palavra de Deus. Todos querem fazer parte do momento cívico e a festa fica bonita.

Na Vista Alegre do Moju, o clube feminino e a Associação desfilaram.

Hora da partida. E o ponto de chegada é a Escola São Raimundo. É lá que todos vão concretizar tudo o que foi pensado e trabalhado e olha, que foi tanta coisa, que a professora até esqueceu de relatar. A marcha, o por-do-sol, os repiques da fanfarra, tudo uma só alegria, mas pra surpresa dos comunitários bem naquele dia, ficariam em uma escuridão. Do nada a energia elétrica se foi. Mas esse, foi apenas um detalhe, que empoderou os e as participantes da fanfarra. Já que não tinha energia, se tornaram luz, encadearam os expectadores e arrancaram aplausos e elogios.

No desfile a Escola São Raimundo, com seus mais de 200 alunos, apresentou a sociedade vistalegrense um momento de civismo de seus estudantes da Educação infantil ao ensino médio. E deixou a lição, que com esforço e dedicação as atividades ganham brilho e se tornam para os anos que estão por vir.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.