MOJUÍ DOS CAMPOS

Mojuí dos Campos: Professora tem cadela de estimação esfaqueada e pede ajuda para salvá -la

A professora pesenciou a cadela de estimação ser esfaqueada na noite desta segunda-feira (13) e além de pedir ajuda para salvá-la pede orientações de como proceder judicialmente no caso.

O intestino da cadela ficou exposto com o corte. Foto: Rafaela Gomes.

A historiadora Rafaela Gomes está passando por um momento triste desde o início da noite desta segunda-feira (13). Rafaela é professora da rede municipal de ensino e viu seu animal de estimação, uma cadela, ser esfaqueada praticamente no quintal de sua casa. A professora mora na comunidade Patauá, zona rural de Mojuí dos Campos.

De acordo com relatos da professora, o crime aconteceu por volta de 19h30.
O corte foi profundo e deixou o intestino do animal exposto.

“Nas comunidades é comum não ter quintal cercado, então os cachorros principalmente avançam a noite quando passa uma moto ou bicicleta, mas acho que não havia necessidade de alguém fazer isso com a cadela”, relatou a professora.

A professora chamou a polícia, e segundo ela, uma guarnição da Polícia Militar esteve no local e tirou fotos do animal e de documentos da proprietária do animal e do acusado de ter cometido o crime e os convidou para se comparecerem amanhã (terça-feira, 14), às 15 horas na UIPP da cidade.

Um senhor da comunidade fez a limpeza e costurou o corte. Mas a cadela sofre muito, relatou Rafaela.

A professora pede para quem puder ajudar no tratamento do animal e dm orientações de como proceder judicialmente nesta situação que entre em contato no Whatsapp 01593992388524 ou ligar para 998054800 (residencial).

Isso é um crime, acho que não pode ficar impune”. “Se faz com um animal de estimação, pode fazer com uma pessoa”. E eu temo até por minha vida, diante disso tudo”, reclamou a professora.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.