EDUCAÇÃO MOJUÍ DOS CAMPOS POLÍTICA

Mojuí dos Campos: Profissionais da educação recebem solidariedade de entidade sindical de Santarém

O SINPROSAN manifestou apoio irrestrito aos trabalhadores do novo município após a veiculação da informação de perdas salariais nos meses de abril e maio.

Por Eduardo Enrique – Portal Mojuí na Íntegra

Os profissionais da educação de Mojuí dos Campos, no Oeste do Pará, receberam uma nota de solidariedade do Sindicato dos Profissionais das Instituições Educacionais da Rede Pública Municipal de Ensino de Santarém – SINPROSAN. O manifesto, em perfil oficial da entidade em uma rede social, veio após uma nota de repúdio, assinada por professores de Mojuí dos Campos, contra o corte em seus salários nos meses de abril e maio.

Na nota, o SINPROSAN destaca que é orientado pelo princípio da solidariedade entre os trabalhadores, sem oposição de fronteiras, repudiar qualquer ato de redução de vencimento dos servidores públicos. Para a entidade vizinha, tratando de verbas com natureza alimentar é inegável que a medida do prefeito vai interferir inegativamente no sustento das famílias dos educadores nesse momento de grandes incertezas e aflições. A nota acrescenta que medida do prefeito impactará na tímida economia do município, que tem na folha de pagamento dos educadores importante fonte de riqueza que circula mensalmente no comercio local e, assim, o seu encolhimento prejudicará um sem número de pessoas durante essa cruel pandemia.

Sobre a medida

Em entrevista ao Portal G1 no fim de semana, o prefeito disse que a redução foi necessária para que não houvesse demissão de 393 temporários, considerando que o valor recebido do Fundeb no mês de maio R$ 1.507.951,50 é insuficiente para pagamento da folha com a carga horária completa e cumprir com o patronal. Jailson informou que, desde o mês de março quando as aulas foram suspensas, nenhum profissional foi demitido por entender que, com o fim da pandemia todos precisam estar assegurados para que o trabalho pedagógico prossiga. Na entrevista o prefeito ainda explicou que todos os 583 servidores receberam seus proventos: os efetivos receberam salário base, acrescido de 50% de horas suplementar + 20% de hora-atividade. Já os profissionais docentes temporários receberam equivalente a 100h.

Matéria veiculada no G1 Santarém, onde o prefeito Jailson Alves esclareceu os motivos da medida.

Abaixo a nota do SINPROSAN

Nota do SINPROSAN publicada no perfil da entidade em uma rede social
Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.