EDUCAÇÃO MOJUÍ DOS CAMPOS MUNICÍPIOS

Mojuí dos Campos: Semed presente na reativação do Fórum de Educação do Campo do Baixo Amazonas

Professora Rosimar durante reinauguração da Escola Municipal Dr. Ismael Araújo. Foto; Eduardo Enrique

Em evento realizado no auditório do Minsitério Público Estadual – MPPA em Santarém no Oeste do Pará na última terça-feira (28) organizações do movimento social e instituições de ensino reativaram o Fórum de Educação do Campo, das águas e da Floresta do Baixo Amazonas. Apesar de convidadas, apenas a Secretaria Municipal de Educação de Mojuí dos Campos esteve presente através da Coordenadora de Ensino, Professora Rosimar Sousa.

Na oportunidade, a reportagem do Portal Mojuí na Íntegra, que também esteve presente, através de seu editor representando a Articulação de Comunicadores Populares em Defesa dos Territórios, entrevistou a Coordenadora.

Professora Rosimar, iniciou sua fala destacando a importancia da educação e das pessoas que estão abertas a novos conhecimentos e interessadas no que acontece em cada momento. De acordo com a educadora, a gestão da educação mojuiense está sempre em busca das mudanças e dos conhecimentos para levar uma educação de qualidade principalmente para zona rural.

“Nós de Mojuí dos Campos estamos sempre em busca desses conhecimentos, para que possamos estar trazendo e levando uma educação de qualidade… não é por que é educação do campo, meninos e meninas lá da zona rural que a gente tem que deixar pra lá, que a gente não possa deixar de levar uma educação de qualidade pra eles, muito pelo contrário, a gente estar sempre lutando para que eles tenham acesso a essa educação e a uma merenda de qualidade, ponderou Professora Rosimar.

Como  única SEMED presente professora Rosimar, teve assento na Mesa de Abertura do Fórum. Em sua fala destacou que foi aluna e professora de escola do campo, inclusive sendo também aluna e professora de multiisséries.

Durante o a exposição do palestrante, Professor Salomão Hage, foram apresentado os dados da situação que se encontra a educação no estado do Pará com realação a paralisação e ao fechamento de escolas, , sobre a formação dos professores, sobre a criação e inoperância dos Conselhos Municipais de Educação e sobre a falta de informações sobre as matrículas de estudantes do ensino médio por município. Esses dados são até 2017.

Sobre esses assuntos questionamos a coordenadora, como segue abaixo a entrevista

Portal Mojuí na Íntegra – Professora, os dados, apontam que Mojuí dos Campos tem 12 escolas foram paralisadas e mais de 100 profissionais estão com atuando apenas com ensino médio, esses dados são de 2017, mas o que a Semed tem feito para diminuir ou suprimir esses dados? Os dados apresentaram 132 profissionais atuando com ensino médio.

Professora Rosimar – Em relação aos professores com apenas ensino médio completo, quando a gente assumiu em 2013,  a gente já encontrou que na zona rural a maioria dos professores eram de Santarém, e faltavam muito e era uma defasagem muito grande na aprendizagem, aí nós levamos o incentivo para as pessoas das comunidades estudassem e hoje aquele número apresenta lá por que essas pessoas estão concluindo e quando vamos inserir no censo, não tem um link ou uma aba que você diga que eles estão concluindo a sua graduação, lá tem que ser completo. Como eles não terminaram ainda, em sua maioria, então é inserido Ensino Médio completo. Mas, a maioria hoje,  eu diria 90% dos professores estão concluindo a sua graduação. E em relação ao fechamento de escolas, aquele dado de 12 escolas, ele é verídico. Mas assim, nós já encontramos muitas escolas fechadas também e aquelas que foram fechadas agora no Governo, foi por que nós não tínhamos mais alunos. Mas hoje nós temos escolas funcionando com cinco alunos, com seis alunos, e elas continuam lá funcionando por que a gente vê a necessidade daqueles continuarem vivendo, continuarem estudando lá e por isso continuamos com essas escolas, mesmo com número pequeno de alunos.

Em Mojuí dos Campos, a maioria dos alunos de comunidades do entorno da cidade, estudam nas escolas da zona urbana e com isso o ensino fundamental maior deixa de funcionar nessas escolas e o município perde com recursos, já que os valores da zona rural são maiores do que da zona urbana. Com relação ao assunto a Professora explicou que infelizmente os pais tem liberdade para escolher onde o filho estudar e acabam matriculando nas escolas da zona urbana.

Para atender esses alunos, a Prefeitura disponibiliza o transporte escolar diariamente em estradas de chão que chegam até a 16 km de distancia da cidade.

Sobre a instalação do Conselho Municipal de Educação, Rosimar informou que a SEMED está organizando o processo.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.