MUNICÍPIOS POLÍTICA

Vereador santareno, pelas redes sociais, cobra empenho de Prefeitura e Estado por solução do problema de falta d’água na cidade

Vereador Alaércio Cardoso, atuantes nas redes sociais, cobra empenho do Governo do Estado e Prefeitura para solucionar o problema de falta d’água na cidade de Santarém. Foto: Reprodução da rede social do vereador

Em meio a falta d’água no último final de semana nas torneiras de moradores de pelo menos 09 bairros da Cidade do Santarém no Oeste do Pará, o vereador Alaércio Cardoso usou seu perfil em uma rede social para chamar a atenção do Executivo Municipal e Estadual para a busca de solução à problemática que já se arrasta por anos na Pérola do Tapajós.

Na postagem, o vereador demonstrou sua preocupação com a situação, chamada por ele de ‘mazela’. Para Alaércio, Governo do Estado e Prefeitura de Santarém tem que parar com essa briga, que já está até na justiça, e chegar há uma solução, pois nessa queda de braço, a prejudicada é a população. “Essa é uma mazela que se arrasta há anos, os governos tem que parar com essa briga que já está até na justiça, sabemos que a Cosanpa não tem condições de manter o serviço e nem de oferecer sequer, mínimas condições de atendimento”, destacou Alaércio.

Como exemplo na inoperancia da Cosanpa na cidade, Alaércio citou o bairro da Esperança que fica próximo do principal reservatório da estatal e é o bairro que mais sofre com a falta d’água e as altas faturas.

Além do Bairro da Esperança, mais oito bairros das proximidades ficaram sem água no último domingo (07) após a bomba da estação do Irurá ter queimado. O vereador criticou a demora em trocar a bomba. Segundo ele, a estatal não tem sequer uma bomba de reserva.

Governo do Estado e Município travam uma luta judicial, após a Prefeitura ter criado por meio de decreto o Serviço Autonomo de Santarém, estrutura municpal responsaável pela prestação e utilização do serviço público de abastecimento e esgotamento sanitário, limitando a atuação da Cosanpa.

Alaércio argumenta que mesmo com a boa vontade em gerenciar o serviço, a Prefeitura não vai ter condições de melhorar a distribuição, pois precisa de investimentos altos. “Entre essa disputa de estado e município está a população sem água e sem condições de resolver o problema. Melhorias urgentes tem que ser feitas, Santarém possui o maior aquífero e não deveria estar passando por essse problema de falta de água”, lamentou Alaércio Cardoso.

Por Eduardo Enrique/Portal Mojuí na Íntegra

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.