POLÍTICA

Vereador volta cobrar Executivo sobre falta de atendimento de deliberações da Câmara

De um lado vereador Jamilson Frota aponta falta de atendimento do Executivo diante das aprovações na Câmara, de outro, os vereadores Beto Farinha e Teté afirmam que o Governo está trabalhando.

O vereador Jamilson Frota (PODEMOS) voltou a cobrar na última sessão, quarta-feira passada (27) a resposta do Executivo, aos requerimentos e indicações aprovadas pelo Legislativo.

Entre as enumerações de Jamilson, foi destaque a aprovação do requerimento, ainda no primeiro semestre deste, para colocação de uma central de ar na recepção da Unidade Básica de Saúde (UBS) e que até agora não foi atendido.

O vereador ainda citou Projetos do vereador Beto Farinha (PSDB) que até agora não foram contemplados. De acordo com ele os vereadores são o para choque da sociedade que como o prefeito não sai as ruas, não recebe as cobranças que os parlamentares recebem.

“O prefeito não está atendendo, nem sua base de apoio”, finalizou Jamilson.

Logo cedo o vereador Beto Farinha no uso da Tribuna, havia atacado um cidadão que usa as redes sociais, segundo ele para difamar as autoridades do município.

“Ninguém elogia o prefeito, ele está trabalhando e fazendo muitas coisas em nosso município”, defendeu o parlamentar.

Outro vereador, que saiu em defesa do Governo foi o vereador Teté (PSDB) que contestou a fala do seu par Jamilson Frota. “O disse que o prefeito, não sai as ruas, quem não sai é ele que pegou mais de 1000 votos e não conhece a realidade do município. O prefeito não está nos atendendo os vereadores, mas ele está trabalhando”, minimizou Teté.

Mojuí na Íntegra
Jornalismo Cidadão, Mídia Ativismo e Comunicação Popular
https://www.mojuinaintegra.com.br

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.